domingo, 25 de novembro de 2007

Webdependência

A Webdependência vem conseguindo, cada dia mais, novas vítimas. Acordar pensando em conectar, chegar em casa com um baita cansaço e ainda ir direto ao computador e sempre estar com o pensamento "on-line", mesmo quando se está longe de internet, são alguns sintomas da webdependência.

Fazendo uma breve pesquisa no Google com o termo em questão, fiquei surpresa com o pequeno número de conteúdo válido sobre o tema. O vício ainda não é bem abordado pelos especialistas, embora já esteja virando algo muito presente.

E eu tenho me preocupado muito com isso. Eu já me diagnostiquei: sou dependente da web. E ultimamente tenho ficado atenta a essa questão e tentado maneirar no tempo de horas na net, entretanto, minhas tentativas têm sido em vão.


Pode ser pessimismo e drama da minha parte, mas isso pode virar um problema de saúde pública, principalmente com o advento da moda nerd. Agora ser geek e praticar rotinas nerds é uma coisa bacana, de gente “antenada”.

Taí, a mídia glamourizando mais uma coisa que pode virar um problema social.

Enquanto isso, eu tento dar uma relaxada meditando. Mas claro, uma meditação de um webdependência não é uma meditação qualquer. :)

7 comentários:

João M disse...

Webdependência é pior do que se pensa: http://www.nababu.org/?p=507

Beijão

Fernando Souza disse...

Adorei o texto e vou recomendar pra galera, acho que estou proximo da doença também !!!

Rosi disse...

acabei de comentar aqui que eu quase enlouqueci final de semana porque minha placa de rede queimou :(
e eu simplesmente não funciono sem internet pra nada! fiquei vagando pela casa igual zumbi :/

crise de abstinência total. :p

Thiago disse...

Perfeito esse post. Faz pensar que quando vc menos esperar se tornará escravo das tecnologias de comunicação. Mas, é o que sempre digo: "ruim com elas, pior sem elas..."

Norberto Kawakami disse...

Inclusive tem até seriado para geek (the IT crowd) e para nerd (the big bang theory).
Assisti a alguns episódios dos dois e ri das piadas. O que é grave pois só quem é nerd desse tanto é que entende as piadas...
Ainda bem que a minha esposa é tão nerd quanto eu. Aliás nos conhecemos pela internet há 7 anos atrás, quando a nerdice nos uniu...

abraço

Raquel Camargo disse...

Acabei de encontrar uma xará e me enquadrar nos quadros prognósticos de tal doença. Será que tem cura ou ao menos paleativos?

muito prazer xará =)

ELIDY FLY disse...

Essa "doença" é tosca e por isso vc tem ela...rsrsrsrs Ow te dô maior força no seu processo de cura, até procuro um tipo de "Grupo para viciados em internet anônimo"...Beijão Tosca querida!!!!!!!!